quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Pré Temporada 2012: Os Grandes que Lutarão (3ª Parte)

Chegamos ao penúltimo post da série que analisa os principais times do futebol brasileiro em 2012. Já destrinchamos os times que pertencem ao Limbo da temporada e mostramos quais são os Grandes que Sofrerão bastante ao longo do ano. Ainda falta olhar de perto oito times grandes e suas possibilidades.



Os Lutadores: 4 grandes para cumprir tabela

Neste post abordaremos os times que, se não são ruins o suficiente para lutar contra o rebaixamento, também não são fortes o bastante para enfrentar as principais equipes do cenário nacional. Ou seja, são aqueles times que poderão brilhar em alguns momentos do ano, mas não devem erguer as principais taças.


8º Grande: Clube de Regatas do Flamengo (Rio de Janeiro)

Situação Psicológica: o clube de maior torcida do Brasil e das Américas está – pasmem – imerso em uma crise. O Flamengo virou o ano amargando uma reta final insossa de Brasileirão, salva, mas não apagada, pela vaga garantida à Libertadores. E, para agravar, o ano novo trouxe problemas financeiros recorrentes e atrasos nos salários dos jogadores. Esse cenário culminou num enorme desgaste entre diretoria, comissão técnica e atletas. O ambiente não poderia ser pior na Gávea, especialmente às vésperas de jogo eliminatório pela principal competição do clube no ano, a Libertadores.

Negociações: a polêmica presidente Patrícia Amorim só conseguiu trazer três caras novas para vestir o manto rubro-negro este ano. São eles: Magal (lateral), Itamar (atacante) e Gonzáles (zagueiro).
Retornam de empréstimos Camacho (meio campo) e o, uma vez badalado, Kléberson (meio campo). A princípio nenhum dos dois deve ser peça importante nos esquemas táticas do técnico Vanderlei Luxemburgo.
Para complicar a situação, o clube perdeu para a temporada os jogadores Fierro (atacante), Egídio (lateral), Ronaldo Angelim (zagueiro) e Thiago Neves (meio campo). Ainda estão pendentes, devido situação de atraso de salários Alex Silva (zagueiro) e Ronaldinho Gaúcho (meio campo).

R10 - ainda existe espaço para ele?
Análise: o Flamengo perdeu uma grande peça, Thiago Neves, para o maior rival, o Fluminense. Além disso, seu técnico, irritado com a postura desleixada de jogadores com salários atrasados, em especial de Ronaldinho Gaúcho, parece com dias contados na Gávea. Ou seja, entre problemas financeiros, reforços fracos e uma pré-temporada conturbada, o rubro-negro não parece ter um time – seja na parte individual como em conjunto – pronto para encarar o ano.
O elenco do ano passado era forte, mas não rendeu. Em 2012, a equipe está enfraquecida e tem o maior objetivo do ano pela frente, todo destroçado. Vai encarar o Real Potosí, no Peru, pela fase preliminar da Libertadores. É um jogo divisor de águas na temporada, avançando, o Flamengo deve encontrar paz, caso contrário, está fadado a um ano em que nada acontecerá.   
O Flamengo não é time para levantar nenhum caneco esse ano. Torcedor rubro-negro, aproveite a cidade maravilhosa e aprecie bons finais de semana na praia. Futebol não é para você em 2012.

Palpite: 3º no Carioca; Oitavas na Libertadores; 9º no Brasileiro.


7º Grande: São Paulo Futebol Clube (São Paulo)

Situação Psicológica: o Tricolor Paulista traz nos ombros o peso de duas temporadas ruins em 2010 e 2011, sem títulos e sem a acostumada vaga para Libertadores. Por isso, os atletas entrarão em campo pressionados pela torcida, conhecida pela falta de paciência.
No entanto, o eterno presidente Juvenal Juvêncio, depois de muitas críticas, se mexeu e reforçou o time, buscando criar uma nova cara ao São Paulo de 2012. Portanto, totalmente reformulado, o elenco são-paulino está confiante, afirmando garra nos jogos. A situação é de paz no Morumbi.

Negociações: disposto a fazer grande mudança a diretoria investiu pesado, por isso, o torcedor poderá ver muitas novas caras pelo Morumbi esse ano. São elas: Cortês (lateral), Edson Silva (zagueiro), Paulo Miranda (zagueiro), Fabrício (volante), Maicon (meio campo) e Jadson (meio campo). Ainda é esperada a contratação de Osvaldo (atacante).
O Tricolor ainda conta com o retorno de Cléber Santana (meio campo). O jogador, no entanto, ainda não tem garantias de que fará parte do elenco.
Ao mesmo tempo que muitos chegam, muitos deixam. Política de reformulação total. Para isso, o clube se desfez de: Carlinhos Paraíba (volante), Rivaldo (meio campo), Jean (lateral), Xandão (zagueiro), Marlos (meio campo) e Dagoberto (atacante).

Fabuloso: falta alguém ao lado dele
Análise: a manutenção da paz para o São Paulo, que vem confiante com as mudanças feitas, dependerá dos primeiros resultados no ano. Em caso positivo, o time tem um elenco razoável para disputar títulos de tiro curto como o Paulistão e a Copa do Brasil. Em caso de derrotas, a pressão da torcida será enorme, podendo desestabilizar o time, o que deve mostrar as deficiências da equipe são paulina.
Sem saídas para a lateral direita, contando apenas com Piris, esse deve ser um setor muito explorado pelos adversários. O time ainda não tem uma dupla de ataque de peso, muito menos profundidade suficiente para aguentar o ano inteiro lá na frente, só Luis Fabiano não dará conta.
Portanto, o São Paulo deste ano é novamente um time de campanha mediana. Torcedor são paulino, aproveite a primeira metade do ano, mas em nenhum momento sonhe mais alto do que um campeonato paulista.

Palpite: Campeão Paulista; Semi-finalista Copa do Brasil, Oitavas na Sul-Americana, 6º no Brasileiro.


6º Grande: Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense (Rio Grande do Sul)

Situação Psicológica: desde começo de novembro do ano passado, o Grêmio já sabia que não seria rebaixado, nem que jogaria a Libertadores. Com isso em mente, o time se preparou e se reforçou para 2012, dando nova cara ao elenco e a comissão técnica. Os reforços são bons e o técnico Caio Jr. tem identificação com o clube e bons trabalhos recentes – como o fraco Botafogo no ano anterior. O clima é de grande confiança para os Borrachos Azuis de Porto Alegre.

Negociações: a diretoria gremista trouxe os seguintes nomes para o Olímpico: Pablo (zagueiro), Marco Antônio (meio campo), Léo Gago (volante), Sorondo (zagueiro), Marcelo Moreno (atacante), Kléber (atacante).
Vão embora: Rafael Marques (zagueiro), Escudeiro (volante), Rodolfo (zagueiro), e mais Everaldo, Wesley, Maylson e Adilson.

Gladiador joga ou arruma encrenca dessa vez?
Análise: o Tricolor Gaúcho montou um novo time com a chegada dos reforços, reestruturando a zaga e sua proteção, melhorou o meio de campo que ainda conta com o bom Douglas e montou um ataque poderoso com Moreno e Kléber. É um bom time, que, no entanto, não tem profundidade para agüentar campeonatos longos como Brasileiro. Por isso, o Grêmio deve ser um time forte em competições curtas e de mata-mata, como a Copa do Brasil.
É sempre bom lembrar que nos últimos clubes por onde passou, Kléber, o gladiador deixou sua marca como ídolo e como ícone de problema. O Grêmio pode enfrentar situações como racha de elenco, vista no Palmeiras na temporada passada. Portanto, o time é bom, mas precisará ser bem liderado por Caio Jr.
O Grêmio é time para sonhar com Libertadores, embora dificilmente chegue lá. Gremista, encha o Olímpico e faça a festa que sabe fazer, seu time está no caminho de uma temporada muito melhor que a anterior.

Palpite: Vice Gaúcho, Campeão da Copa do Brasil, Campeão Sul-Americana, 7º no Brasileiro.


5º Grande: Clube de Regatas Vasco da Gama (Rio de Janeiro)

Situação Psicológica: o Vasco está em Lua de Mel com sua torcida. Mesmo com um elenco limitado em 2011, o time conseguiu o título da Copa do Brasil e surpreendeu brigando pelo Brasileiro até a última rodada. O ambiente não pode ser melhor, a base do elenco foi mantida e ainda existe a volta à Libertadores em meio a toneladas de confiança. O pensamento de campeão impera no Gigante da Colina para esse início de temporada.

Negociações: Roberto Dinamite conseguiu nomes pontuais para seu vitorioso elenco de 2011. São eles: Carlos Tenório (atacante), Abelairas (meio campo), Thiago Feltri (lateral) e Rodolfo (zagueiro).
O dirigente vascaíno ainda espera pelo retorno de Renato Augusto (meio campo). O jogador estava atuando pelo Atlético de Goiás.
No entanto, seu maior feito, talvez tenha sido manter a base. Apenas alguns jogadores saíram, entre eles Elton (atacante), Márcio Careca (lateral) e Patric (atacante).

Análise: o Vasco está confiante e acredita em seu elenco. Porém, duas questões têm de ser feitas sobre esse time:
1) O time era realmente bom ano passado ou encaixou alguns bons valores com outros nomes de grande dedicação? No caso, a segunda opção é mais plausível. O elenco vascaíno nunca foi forte o suficiente, nem estruturado o suficiente. No entanto, encaixou em 2011.
2) É possível repetir esse bom ano? Difícil. Há pelo menos quatro times com elencos mais fortes que o do Vasco hoje, times que melhoraram a profundidade de seus elencos para evitar um ano de oscilações.
Diego Souza: repetir 2011 será complicado
Portanto, no fim, o Vasco tem um time muito bom e competitivo. No entanto, não é um time robusto o suficiente para passar pela pressão de uma Libertadores, tanto a dos estádios, mas como também a da imprensa e torcida. E é um time que não pode sonhar em disputar o título Brasileiro até a última rodada, especialmente, quando analisado com outros grandes mais bem preparados.
Torcedor do Gigante da Colina, coloque a foto de Campeão da Copa do Brasil de 2011 num quadro e curta os jogos da Libertadores. Não se preocupe com títulos, saboreie a competição continental.

Palpite: Vice Carioca; Oitavas na Libertadores; 5º no Brasileiro.


Sábado confira o quarto e último post da série: Os Grandes que Vencerão!

Ciao!

5 comentários:

Anônimo disse...

Acredito que o São Paulo não será o campeão do Paulista.
Vejo o Vasco como um time que vai brigar por títulos esse ano.
O Grêmio estará entre os 4 do Brasileiro e Flamengo brigará para não cair!

19 de jan de 2012 10:48:00
Gustavo Biglia disse...

De forma geral será desta forma que vai ser o futebol brasileiro:

Nenhum brasileiro vai ganhar a Libertadores. Corinthians cai nas oitavas, Fluminense na semifinal, Flamengo não passa da 1ª fase, Vasco cai com o Corinthians e o Santos pode chegar até as finais, mas tem o elenco muito pequeno e se perder qualquer jogador (Neymar, Ganso, Elano, Borges e Edu Dracena), vai se complicar. Idem para o Inter.

19 de jan de 2012 16:46:00
Gustavo Biglia disse...

Campeões:


Paulista: Santos ou São Paulo
Carioca: Fluminense
Gaúcho: Inter
Mineiro: Cruzeiro
Baiano: Bahia
Goiano: Atlético-GO.

Brasileiro: Santos, Fluminense
Copa do Brasil: São Paulo, Vasco.
Libertadores: LDU, Universidad do Chile ou outro estrangeiro. Santos e Flu correm por fora.

19 de jan de 2012 16:46:00
Anônimo disse...

No Paulista o Santos vai deitar de novo, campeão com facilidade. A Portuguesa pode surpreender, mas não assusta ninguém. O Corinthians vai focar a libertadores e no máximo vai até a semi. O São Paulo deve disputar o título com o Santos e o Palmeiras corre bemmmmm por fora!!!

No Brasileiro se o Santos for surpreendentemente eliminado no começo do torneio vai com tudo para ser campeão. O único que pode tirar o título deles vai ser o Fluminense. O Grêmio corre por fora junto com o Corinthians, mas eles devem assegurar uma vaga na libertadores nessa ordem. O Inter vai manter a regularidade, mas falta elenco e jogadores de peso. Leandro Damião, D’Alessandro, Oscar levam o time nas costas e se caso acontecer alguma coisa com eles, o Inter afunda.


Clube por clube:

O Cruzeiro teve um ano atípico e esse ano volta a crescer. Tem um elenco forte e conta com a permanência do Montillo e a volta do atacante Wallyson, esperança de gols deste ano. Deve fazer um brasileiro mediano, fatura o campeonato mineiro.

O Palmeiras, ahhh o Palmeiras, vai ter mais uma temporada ladeira abaixo. O Barcos vai afundar, os destaques, se tiver, vão embora na janela de transferências do verão europeu e o Palmeiras briga para não cair esse ano. No Paulista, deve chegar até a próxima fase, mas não chega na final, perde para algum grande (São Paulo, Santos, Corinthians e até a Portuguesa assusta). Na Sul-americana não passa do 2° jogo e Felipão, infelizmente, cai esse ano. Rezo por um 2013 melhor, com a saída do Frizzo, Tirone entre outros...

São Paulo chega as finais do paulista, mas deve ver o Santos como pedra no sapato. No Brasileiro vai ficar em posições intermediárias e briga com o Corinthians para uma vaga na Libertadores 2013. Deve ir até as finais da Copa do Brasil e se der sorte vence! Leão não termina o ano no cargo. Cortês vai ganhar a vaga na lateral da seleção e Lucas vai ser firmar como ídolo. Luis Fabiano fará um bom ano, deve retornar a seleção, mas não vai tirar as vagas de Leandro Damião, Hulk, Pato, Jonas e Borges (que deve ser chamado com mais frequência, no lugar de Fred).

Corinthians não chega na final do paulista por focar na libertadores. Cai nas oitavas no torneio intercontinental. Vai dispensar a Copa do Brasil e briga com São Paulo, Grêmio e Inter uma vaga para a Liberadores 2013.

Santos ganha o paulista. Fica entre os finalistas da Libertadores, se não ficar, fatura o Brasileiro.

Fluminense cai nas semi da Libertadores. Fatura o Campeonato Carioca. Fica entre os 4 no Brasileiro, mas vê uma debandada no final do ano!

Flamengo cai Luxemburgo. Perde Ronaldinho Gaúcho e Alex Silva. Sai na primeira fase da Libertadores, cai na semi do carioca e briga lá pelo 10° ao 15° no Brasileiro.

Grêmio perde para o Inter a final do Gaúcho. Fica entre o 3º e 5º no Brasileiro. Disputa a Copa do Brasil com São Paulo.

Inter tem time bom, mas não fica com o título da Libertadores se perder os principais jogadores por contusão e/ou suspensão. Tem a zaga fraca e o meio campo embolado. Falta mais um jogador para jogar com D’Alessandro e Dagoberto não vai fazer NADA! Campeão Gaúcho e fica entre 5° e 8° no Brasileiro.

Vasco briga pelo título da Copa Guanabara, mas deixa escapar o campeonato para o Flu. Fica entre os finalistas da Copa do Brasil, mas não tem elenco para avançar. Fica entre 5º e 8 no Brasileiro.

Botafogo se não cair vai dar sorte. Não fatura nada e fica entre 15° e último do Brasileiro.

Os demais times vão fazer papel de coadjuvantes, Bahia, Coritiba, Portuguesa Atletico MG, Atletico GO, Figueirense, podem assustar, mas não vão fazer nada demais....

Vão lutar para não cair Palmeiras, Bahia, Naútico, Sport, Ponte Preta, Atletico MG, Atletico GO.

19 de jan de 2012 16:46:00
Anônimo disse...

Acho incrível a falta de conhecimento de alguns comentários, acho que todos sabem que time que joga a libertadores largam o brasileiro de mão, o Vasco da gama ano passado foi o único time que fez diferente e quase foi premiado por isso, se tivesse alguns jogadores mais bem preparados fisicamente no final talvez teria dado mais sorte. Pessoal coloca santos como possível campeão da libertadores e se não ganhar, ganha o brasileiro, pessoal acorda ai.. time que joga libertadores vai com os reservas para o Brasileiro, o santos tem esse elenco todo ? quer dizer que Felipe Anderson e Alan kardec tão conta do recado ? imagina então, na terça o santos joga contra o América do México e no domingo anterior joga contra o grêmio no olímpico, vai com time titular e o santos com reserva, é serio que o povo acredita que o grêmio não vá ganhar ? de: Fabinho Diniz e-mail: Junior0311@hotmail.com

13 de mar de 2012 02:16:00

Postar um comentário

Participe!
Deixe seu comentário!

Não serão permitidos comentários ofensivos, preconceituosos ou que contenham Spam e conteúdo impróprio.