segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Paris Saint-Germain e o sonho com a Europa

Amigos sofredores,

O fato de que o Paris Saint-Germain é um grande e tradicional clube na França, é real e ninguém duvida. Entretanto, é verdade também que o time tem passado por um recente ostracismo no cenário europeu e francês, estando distante da disputa de títulos de notoriedade tanto de caráter nacional quanto internacional. A chegada do grupo Qatar Sports Investments, liderado pelo sheik Tamim Bin Hamad Al Thani, vem com o objetivo de colocar o clube de volta ao trilho das vitórias. Por enquanto tem dado certo.

O PSG é um clube bem recente, fundado em 12 de agosto de 1970, a partir da fusão de dois outros clubes, o Paris FC e o State Saint-Garmain. Apesar da pouca idade, ele é, ao lado do Olympique de Marselha, o único francês a conquistar um importante troféu europeu, que no caso é o da Copa da UEFA - atual Liga Europa - de 1996, time que tinha o ídolo Raí. Aliás, a década de 1990 é a mais vitoriosa da história da equipe, coincidindo com a época em que o seu controle acionário estava nas mãos do Canal+, que ficou no comando do PSG até 2006 e investiu pesado, trazendo nomes como Ronaldinho Gaúcho.


Raí: ídolo da torcida do PSG

O controle do time mudou mais de uma vez e agora está nas mãos do Qatar Sports Investment, que assumiu 70% da equipe. Esse tipo de empreitada está se tornando cada vez mais comum na Europa: clubes como Chelsea, Manchester City e Málaga foram recentemente turbinados por investidores sedentos por esquadrões milionários, para alegria dos torcedores locais.

Por enquanto não veio nenhum nome incrível, mas já podemos observar que o elenco do PSG está sendo cada vez mais qualificado. Nomes como Javier Pastore - maior contratação da história do futebol francês, €43 milhões - Gameiro, Sissoko e Lugano dão mais valor e opções à equipe. Além deles, na última janela de transferências vieram os brasileiros Maxwell, Thiago Motta e Alex (zagueiro ex-Chelsea). Mais do que isso, a comissão técnica está recebendo investimentos também. O atual treinador da equipe é o experiente Carlo Ancelotti, italiano acostumado às competições européias de grande porte e o diretor de futebol é o brasileiro Leonardo, experiente no cargo e com forte ligação histórica com o PSG. Colocar gente competente nessas posições é tão fundamental quanto a contratação de grandes jogadores para o sucesso da equipe. É nítido que o PSG está no caminho certo.

Leonardo e Alex: sucesso à vista?

Grandes jogadores também já foram especulados na equipe, mas sem sucesso por enquanto: Alexandre Pato, Tevez e David Beckham já tiveram seus nomes ligados ao clube, mostrando que os investidores estão pensando realmente grande. Isso faz a torcida sonhar com degraus cada vez mais altos no cenário europeu, lugar onde os clubes franceses nunca tiveram tanto destaque quanto seus vizinhos espanhóis, italianos e ingleses.

Por enquanto o resultado está aparecendo: o PSG vai jogando bem e é líder do campeonato francês; as contratações são de qualidade e é questão de tempo até grandes e consagrados nomes aparecerem por lá. Claro que um grande clube não é formado de uma hora para outra, mas temos que observar que o Paris Saint-Germain está no caminho certo para começar a disputar grandes títulos como a Champions League e, finalmente, ser um time de notoriedade na Europa.

4 comentários:

Anônimo disse...

Acho que na próxima temporada vão chegar jogadores de um nível maior pra disputar a champions league. Eles acertaram muito em trazer o Ancelotti, ao contrario do Manchester City que contratou o Mancini, um tecnico fraquissimo na minha opinião. Além disso, o PSG já é uma equipe de tradição, o que facilita na hora de ganhar os titulos e passar de fase na Champions League, coisa que o Manchester City bisonhamente não conseguiu nessa temporada.

Abraços,

Fichel

6 de fev de 2012 16:11:00
Danilo Picucci disse...

Concordo Fichel!
Essa temporada o mercado da bola foi complicado, os times não tinham tantas opções de nível excelente a um preço decente, então ficou dífícil.

Creio que com a maior movimentação do final da temporada e a classificação iminente para a Liga dos Campeões, o PSG deve entrar forte nas contratações.

Se tiver paciência com o trabalho dos diretores e do Ancelotti, o resultado virá!

6 de fev de 2012 17:53:00
Lucas Vieira disse...

O projeto do PSG tem tudo pra dar certo, se considerarmos os seguintes aspectos:
- Ao contrário de outras equipes que receberam investimentos pesados, como o Anzhi, o Manchester City e o Chelsea, o PSG é uma equipe que possui tradição e torcida, o que faz muita diferença na hora de decidir torneios de grande expressão, como a Champions League (os clubes ingleses citados são exemplos de times que não se deram bem na Champions por falta de tradição).
- A montagem do elenco começou pela base, com a contratação de jogadores não tão badalados, mas com certa bagagem e qualidade comprovada; na maioria, jogadores de defesa (ao contrário de outros casos, em que as equipes só buscam por jogadores badalados e do meio pra frente).
Por isso, acredito que o projeto do PSG vai dar certo!

6 de abr de 2012 21:38:00
Danilo Picucci disse...

Lucas, não concordo com sua argumentação sobre tradição, ainda mais quando você coloca o Man.City como um time sem tradição, o City é um time antigo, com título inglês no currículo....
O que faltam para esses times é experiência na Champions, o Chelsea ainda não ganhou pq não conseguiu montar um elenco completo, ainda falta algo, mas está sempre nas eliminatórias e já chegou na final uma vez.

Quanto ao PSG, de fato é um time com uma estrutura mais bem preparada para receber o dinheiro, e assim investir de forma correta.
É um projeto fadado ao sucesso em médio prazo.

9 de abr de 2012 15:01:00

Postar um comentário

Participe!
Deixe seu comentário!

Não serão permitidos comentários ofensivos, preconceituosos ou que contenham Spam e conteúdo impróprio.